Publicado em: 16/07/2021 ás 07:39:00

Prefeitura define ruas a serem pavimentadas. 4 bairros serão contemplados.

 Nesta quarta-feira (14), o prefeito Edelo Ferrari (DEM), juntamente com secretários e o engenheiro da prefeitura definiram algumas ruas que serão contempladas com a tão sonhada pavimentação asfáltica.
Segundo levantamento preliminar o investimento com recursos próprios ficará entre R$ 2 e 2,3 milhões de reais para pavimentar ruas dos Bairros: Renascer, Pôr do Sol, Centro e Cesconeto. As ruas foram escolhidas pelo critério de fluxo de veículos, maior número de moradores contemplados e ainda acesso a unidades de ensino, como é o caso da Escola Professora Norma Lúcia e a APAE de Brasnorte.
Para o prefeito, só foi possível pensar em pavimentação no primeiro ano de mandato graças a medidas rígidas que foram tomadas nos primeiros meses de governo. “Cortamos muitos gastos que consideramos desnecessários para o andamento da gestão, e, graças a essa economia, já temos recursos para pavimentar cerca de 30 mil metros quadrados, o que corresponde a aproximadamente 4 km de ruas”, afirmou Ferrari.
 Para o secretário de Infraestrutura, Andrew Matheus, a pavimentação reflete em mais qualidade de vida e também tem impacto na saúde da população. “É uma grata satisfação iniciar esse projeto, os pipas não vencem molhar as ruas, as pessoas reclamam da poeira e o asfalto é uma solução definitiva”, concluiu.
Na ocasião ainda foi autorizada a abertura de processo licitatório para aquisição de manilhas em concreto armado. Segundo Willian Braz, secretário de administração, o setor de compras da prefeitura já possui levantamento de custos para esse investimento. “Mais de 10 empresas que fabricam esses tubos já foram contatadas e o prefeito Edelo já autorizou a aquisição, então agora dependemos dos trâmites burocráticos para formalizar a compra”, explicou.
 O secretário de Finanças, Giovan Burg assegurou que o recurso já está disponível para secretaria de obras realizar essa obra fundamental para o desenvolvimento do município. “Hoje cada centavo gasto é criteriosamente analisado, e isso reflete em benefícios para população”, enfatizou.
 Uma moradora da Cohab Meu Cantinho aproveitou a presença do prefeito para expor uma preocupação, segundo ela, a vibração causada pela compactação da rua, poderá danificar as casas construídas sem estrutura de ferragem, apenas com tijolos entrelaçados. Diante do fato, foi solicitado ao engenheiro Marcio Gasparini que faça uma análise detalhada e se, realmente as casas não suportarem a compactação que seja encontrada uma alternativa viável para o caso relatado.

  • Tags:
  • #obras #obrasresidenciais #asfalto #progresso #prefeitura #brasil #povo #desenvolvimento #progresso #trabalho
Notícias relacionadas
Acesse o seu

WebMail